Menu

The Blogging of Cochran 057

weaseltomato3's blog

EAD é Oportunidade De Aprender Por Menos

Recessão Financeira No Estado Ameaça Cursinhos Sociais O Dia


A chance de ter um diploma de graduação aumentou quase 4 vezes pra população negra nas últimas décadas no Brasil. Apesar do crescimento, os negros ainda não alcançaram o índice de brancos diplomados. O Censo do Ensino Superior montado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) também evidencia o acréscimo do número de matrículas de estudantes negros em cursos de graduação. Em 2011, do total de oito milhões de matrículas, 11% foram feitas por alunos pretos ou pardos.


“A política de cotas foi a amplo revolução silenciosa implementada no Brasil e que beneficia toda a população. Em 17 anos, quadruplicou o ingresso de negros pela escola, nação nenhum no universo fez isto com o público negro. Esse modo aponta que há alterações reais para a comunidade negra”, comemorou frei David Santos, diretor da Educafro - organização que promove a inclusão de negros e pobres nas universidades por intermédio de bolsas de estudo.


“Antes de dizer em igualdade racial, devemos refletir em equidade racial, que exige políticas diferenciadas. Se a política de cotas não for suficiente, mesmo quando diminua o abismo entre brancos e negros, a gente terá que ter novas políticas. Não é possível que esse nação continue, após 130 anos de abolição da escravatura, com essa imensa lacuna entre negros e brancos”, destacou Inocêncio.



  • 3 NELFE - Núcleo de Estudos Lingüísticos da Fala e Escrita

  • 3 No Brasil

  • 2 O Comportamento DO INDIVÍDUO

  • Escolha um curso

  • Meditar só em dinheiro



  • Há quinze anos, o conceito de ações afirmativas pra inclusão de negros na educação superior motivou violento debate no meio universitário. Escola Britânica Tem Bolsas De Estudo Pra Brasileiros de 2003, decisão tomada na Instituição de Brasília (UnB) de apadrinhar o sistema de cotas raciais em teu modo de seleção abriu caminho para uma alteração no paradigma de acesso à instituição, antes fortemente fundamentado pela meritocracia. O Plano de Metas pra Integração Social, Étnica e Racial aprovado pelo Centro de Ensino, Pesquisa e Extensão da UnB previa que 20% das vagas do vestibular seriam reservadas pra estudantes negros, de cor preta ou parda.


    A política foi adotada por intermédio do vestibular de 2004, em todos os cursos oferecidos pela universidade. Um dos principais desafios, de acordo com a professora, foi convencer os veículos de imprensa, a nação e a própria academia de que era necessária uma política pública específica pra negros e não para a população miserável de modo geral.



    Mesmo diante dos números de diferença 7 Fantasmas Que Assombram Concurseiros E Como Driblá-los na educação e no mercado de serviço, questionamentos e perguntas emergiram, principalmente com ligação à forma de identificação dos negros e ao reconhecimento do defeito do racismo. “O Brasil tinha uma ideia de políticas públicas como universalistas, não tinha ideia de políticas regionais, por gênero e raça.


    O recorte de renda era o único indicador conhecido como legal para ações pontuais. Uma política de ação afirmativa exclusiva para a população negra brasileira foi pôr o dedo na ferida, causou um grande rebuliço”, lembrou Dione, uma das poucas professoras negras da universidade. Outras resistências foram quebradas, como a ideia de que o negro de alta renda não deveria ser beneficiado, de que os cotistas abandonariam a graduação ou que teriam desempenho inferior aos de alunos não cotistas.


Go Back

Comment

Blog Search

Comments

There are currently no blog comments.